Conheça o estudo sobre métricas e dados de atendimento e vendas por WhatsApp de 2022

5 motivos para investir em Social Selling e vender mais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

O que você vai ler

O termo Social Selling é relativamente novo, mas é uma estratégia já conhecida pelo mercado: vender por meio das redes sociais. Ou seja, utilizar o conteúdo gerado em apps como Facebook, Instagram e TikTok para atrair consumidores e, com o bom uso das ferramentas, fechar compras na própria rede. 

As redes sociais geram uma proximidade com o público muito maior do que outros meios tradicionais, com diálogos abertos em comentários e nos próprios chats. Basta as marcas entenderem a importância desses canais e construírem estratégias focadas em vendas.

Descubra agora quais são os 5 motivos que levam as marcas a investirem tempo e dinheiro no Social Selling

1- Aumento considerável de conversão em vendas


O Social Selling é considerado uma prática com uma alta taxa de conversão, comparada a outras vendas digitais. Enquanto o e-commerce converte entre 1% e 2%, as vendas nas redes sociais podem chegar a 20% de taxa de conversão.

Este é o valor alcançado pela marca de roupas modeladoras Modab, que por meio de uma estratégia de interação nas publicações, filtra os leads interessados em comprar e segue o atendimento no Instagram Direct.

Veja o case Modab e entenda como eles alcançam a alta conversão em Social Selling. 

2- Velocidade. Rápida implementação e rápido ciclo venda

Toda rede social exige uma estratégia de planejamento e monitoramento, mas em geral são meios de rápida implementação.
A velocidade também é uma característica própria desses canais, que se bem estruturados, agilizam o ciclo de compra do consumidor.

O processo de convencer o cliente da confiança da marca é encurtado, pois se ele segue a sua página já demonstra uma certa afinidade com seus produtos. Sabendo disso, os vendedores passam a abordar os usuários com mais confiança, gerando um relacionamento mais próximo, com conversas mais ágeis.

3- Social Selling diminui o CAC (Custo de Aquisição do Cliente)

Os leads qualificados das redes sociais somados à alta taxa de conversão resultam em um menor ciclo de vendas e, consequentemente, diminui o custo de aquisição daquele cliente.

Para que esta métrica seja efetivamente reduzida, as marcas precisam entender a importância de um planejamento pensado na persona que se queira atingir e da produção de um conteúdo de qualidade, com mensagens direcionadas aos clientes que efetivamente vão comprar. 

Assim, o Custo de Aquisição de Cliente (CAC) é reduzido consideravelmente, provando assim a eficiência do Social Selling

4- Relacionamento mais verdadeiro com o consumidor

As redes sociais, em sua essência, são canais feitos para interação pessoal com amigos, colegas e familiares. E quando um consumidor passa a seguir uma marca, inicia-se uma relação mais próxima.

Com mais proximidade, mais confiança. E, assim, com interações diretas em comentários e directs, a marca passa a conversar com aquele usuário de uma maneira mais pessoal.

Assim, os laços se tornam mais fortes ao longo do tempo. De acordo com uma pesquisa da Sprout Social, 89% dos consumidores compram de marcas que seguem nas redes sociais e 85% recomendam essas marcas a amigos e familiares.


5- Fidelização da sua marca.

Com uma relação mais humanizada e um atendimento mais consultivo, o consumidor passa a confiar mais na marca. E, consequentemente, esta confiança é convertida em fidelidade.

A lógica é simples: se a experiência de compra for positiva, este cliente tende a comprar mais vezes. Com a humanização dos atendimentos, o valor da marca vai muito além do real valor do produto. Quando se cria um relacionamento, a retenção do cliente acontece de forma orgânica, criando assim verdadeiros brand lovers.

Chats tornam o Social Selling ainda mais eficiente

Você sabia que, quando o usuário é atraído para o Direct da marca, as chances de conversão em vendas aumenta consideravelmente? 

Com a OmniChat, as marcas podem automatizar as conversas nos chats como Facebook Messenger e Instagram Direct, com a centralização de todas as conversas e a mensuração dos resultados e da performance dos times.

Quer saber mais? Venha falar com a gente. 

Notícias Relacionadas